Meu Perfil
BRASIL, Sul, FLORIANOPOLIS, CANASVIEIRAS, Homem, de 56 a 65 anos, Portuguese, Livros, Esportes
MSN -



Histórico


Votação
 Dê uma nota para meu blog


Outros sites
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis


 
Blog do Lídio Leopoldo Pinheiro


 O FASCINIO DO PODER

 

O poder é fascinante, se pudesse pararia o tempo para ficar eternamente com os privilégios. Uma vez  no topo da pirâmide social, faz de tudo para não sair dele. Isso vale tanto para os políticos, partidos políticos, empresários, líderes de confederações, sindicatos etc. E para não sair do topo e manter o prestígio precisa do aporte financeiro. Na política, muitos dos que chegam ao poder, quer seja o político quanto o partido, no dia seguinte a posse, já está trabalhando para a próxima campanha eleitoral;  é nesse instante que surge os primeiros atos de corrupção.

Sendo assim,  a corrupção parece não ter autor, envolve a maioria dos políticos e dos partidos. Independente de que partido esteja  no comando. Como disse João Figueiredo, em uma entrevista; “em que menos se pensa, quando se está no comando  é no Brasil, só se pensa em levar vantagens pessoais e de grupos.

É desalentador ver a guerra  ideológica, na mídia e redes sociais entre esquerda e direita. O brasileiro ama a democracia, já tivemos muitas provas disso. O que não tolera é uma esquerda que usa a democracia para implantar a ditadura do proletariado e muito menos uma a extrema direita para implantar a ditadura de direita. O melhor seria  uma democracia saudável, que permita tanto a esquerda quanto a direita  e partidos de centro se alternarem no poder, tendo sempre como meta o desenvolvimento do país e o bem-estar social de seu povo. A Nação não pode ficar caminhando ora para a esquerda, ora  para a direita, apenas com um projeto de poder sem o compromisso com o desenvolvimento, sem um projeto de governo; precisa caminhar para frente. Fora disso é pura hipocrisia ideológica.

Nunca fui simpático a reeleição, quando um partido fica muito tempo no poder, passa achar que é dono do país e faz de tudo para se perpetuar no comando; esse parece ser o pensamento dos que defendem as ditaduras extremistas; e pensando assim, acaba criando castas de corruptos.

O Brasil não será o mesmo depois da operação Lava Jato, que está mostrando a podridão da política brasileira. Se hoje não somos um país desenvolvido e com alto nível de IDH já sabemos a origem. Mas só a Lava Jato sozinha não vai conseguir mudar isso, é preciso que o povo se conscientize e ajude a mudar essa cultura da corrupção, votando melhor e cobrando resultados dos eleitos. É imperativo que a sociedade se envolva, e fique atento ao comportamento dos detentores do poder, casso contrário a  corrupção, como uma fênix, surgirá das cinzas novamente para jogar todo o trabalho do Ministério Público e Polícia Federal na vala comum. Vamos deixar as ideologias de lado e pensar mais no país em que nascemos e vivemos e que com certeza, deixaremos para nossos filhos e netos.

Lídio L. Pinheiro

 

 

 




Escrito por Léo Pinheiro às 21h00
[] [envie esta mensagem] []




[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]