Meu Perfil
BRASIL, Sul, FLORIANOPOLIS, CANASVIEIRAS, Homem, de 56 a 65 anos, Portuguese, Livros, Esportes
MSN -



Histórico


Votação
 Dê uma nota para meu blog


Outros sites
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis


 
Blog do Lídio Leopoldo Pinheiro


Lava Jato

Segundo levantamento mais recente elaborado pela Procuradoria Geral da República; desde março de 2014, quando foi deflagrada a primeira fase da Lava Jato, foram realizadas 79 prisões preventivas, 103 prisões temporárias e 179 conduções coercitivas. Durante o período, foram abertos 1.434 procedimentos de investigação e realizadas 730 buscas e apreensões. Segundo o balanço, 79 investigados assinaram acordo de delação premiada.

Os desvios na Petrobrás envolveram pagamento de propina de aproximadamente R$ 6,4 bilhões a ex-diretores da estatal e demais investigados. Por meio de acordos de delação premiada, os procuradores conseguiram a repatriação para o Brasil de R$ 756,9 milhões que estavam depositados fora do país. Além disso, R$3,2 bilhões em bens que estavam em posse dos envolvidos foram bloqueados. O valor total de ressarcimento pedido à justiça pelo Ministério Público  Federal, incluindo multas, é de R$ 38,1 bilhões.

De acordo com levantamento divulgado pelo gabinete do ministro Teori Zavascki, relator dos processos oriundos da operação na corte, foram aceitos cinco denuncias  contra parlamentares,  que vivaram réus na corte. Mais cinco estão prontos para julgamento, e seis inquéritos foram arquivados. Os dados também mostram que 24 dos 25 acordos delação que chegaram à Corte  para homologação do ministro foram aceitos. Apenas uma delação foi remetida a presidência da Casa por problemas processuais.

Cerca de dois anos após o inicio das investigações de pessoas com prerrogativa de foro, o STF (Supremo Tribunal Federal) não condenou nenhum  investigado na Lava Jato.

 



Escrito por Léo Pinheiro às 21h22
[] [envie esta mensagem] []




[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]